Movimento Bem Maior

facebook instagram

Projetos

Instituto Mano Down

CASA MODELO MANO DOWN - SAÚDE, ARTE E CULTURA PELA CIDADANIA (MG)
Inclusão de pessoas com deficiência
Crianças de 0 a 4 anos (primeira infância), Crianças de 5 a 13 anos, Adolescentes e jovens de 14 a 25 anos, Adultos, Famílias, Pessoas com deficiência.

Amor de Irmãos

Iniciativa oferece atendimento psicológico e projetos de inclusão para pessoas com Down

Leonardo Gontijo era o mais novo de três filhos e tinha 12 anos quando chegou Dudu, seu irmão mais novo, com síndrome de Down. Após retornar a Belo Horizonte, depois de seis anos longe da família, já formado em administração e engenharia, ele, que sempre teve um carinho muito forte pelo mais novo, decidiu cuidar da educação do de Dudu, com a autorização dos seus pais.

Leonardo reunia o irmão e outros jovens com síndrome de Down no quintal de casa, onde assistiam jogos, e frequentavam circuitos culturais. Outras famílias se interessaram pela iniciativa e o procuraram: nascia ali, em 2010, o Instituto Mano Down.

A entidade hoje atende em uma casa modelo cerca de 200 pessoas com deficiência intelectual todo mês. As famílias têm acolhimento psicológico, oficinas e projetos de inclusão no mercado de trabalho.

Com o apoio do Movimento Bem Maior, eles ampliaram a rede de atendimento e novas oficinas foram criadas. Contam com aulas de teatro, dança de salão, slackline e capoeira. Ampliaram também os atendimentos clínicos – desde setembro, já foram mais de 400. Hoje, Dudu é multi-instrumentista e foi a primeira pessoa com Down a gravar um CD na América Latina.